sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

ÉPOCA DE FÉRIAS - Mantenha seu equipamento a postos


Durante as suas férias, meus amados escoteiros, vai a dica.  Mantenha organizado seu equipamento e roupas de acampamento em um cantinho especial de seu armário. 
Caso aconteça a oportunidade de você ser convocado no chamado de alerta, estará tudo que você precisa ali, no mesmo lugar.
Eu costumo deixar sempre tudo ali, o segundo andar de meu armário. Aqui na foto só o equipamento no lado direito.
Ao lado está meus uniformes e roupas de guerra. Ali ficam minhas coisas esperando a hora de sair novamente. Mesmo que eu demore para sair  (um mês ou mais) meu equipamento está ali tranquilo e bem guardado. Não esquecerei de nada.
é férias é hora de fazer um cheque list, limpar suas coisas e guardá-las em perfeito estado para o chamado.


PATRULHA LEÃO É A MELHOR NO ANO DE 2012

Parabéns a patruha Leão que fizeram um total de 64 pontos em suas atividades, progressões e principalmente em sua conduta como patrulha. Esperamos que no ano de 2013 as outras patrulhas cheguem ao final do ano melhor que a Leão. Colado na pontuação está a patrulha falcão com 55 pontos, em terceiro a águia.
Como premiação a Leão terá o direito de estar no acampamento de verão. Abraços da chefia.



quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Giwell, Maclaren e o lenço do grupo 343.



W.F.DE BOIS MACLAREN, RICO EMPRESÁRIO DEU UMA GRANINHA PARA O ESCOTISMO, UNS £7,000.


  O pessoal do Staff correu para ver o que fazer com essa grana toda, e o desejo de B.P. era ter um local onde se pudesse fazer escotismo. Um campo escola que pudesse abrigar os acampamentos e algumas unidades escoteiras que faziam escotismo nas ruas, becos e casas velhas em Londres.
Até que um Chefe Escoteiro jovem assistente, chamado John Gayfer, sugeriu Gilwell Hall. Dava certinho para compra esse fantástico lugar. Não tão fantástico na época, pois se tratava de uma bem-feitoria velha e quebrada. Sem falar que...era assombrada.


A compra foi feita, Neville trouxe seus escoteiros Pioneiros numa Quinta-feira Santa de 1919 para iniciar a operação Limpesa. A velha casa estava em um estado terrível de reparação e toda a propriedade fora cobrido. Em sua primeira visita os Pioneiros encontraram o terreno tão molhado que era impossível armar as tendas e acabaram  dormindo a primeira noite em numa cabana que batizaram "The Pigsty" (possilga). A coisa tava preta mas logo a reconstituição do lugar se fez e o lugar foi palco de diversas atividades e o conhecido wood badge. Insígnia da madeira.

White House no dia da abertura, ja limpa e reconstituída.

White House EM 2007 e como está hoje

W. F. de Bois Maclaren

Celebre Quadro dentro da White House

O Uniforme de nosso patrono, também na White House

Local da primeira Insígnia da Madeira dentro do Giwell Park

NESSE PRIMEIRO CURSO DA INSÍGNIA DA MADEIRA O LENÇO QUE FOI USADO ERA COMO TARTAN MACLAREN EM HOMENAGEM AO PATROCINADOR 
DESSA HISTORIA TODA.

  O mesmo lenço do grupo 343 do 19º distrito escoteiro, o grupo Maclaren.
Para isso, o diretor de escotismo da época, Rafael Amorim, entrou em contato com o clâ escocês a fim de pedir autorização para uso do xadrez do tartan Maclaren.O clâ foi gentil em autorizar o Crest e Tartan do clã pelo grupo escoteiro da Linha Santa Cruz, mediante ao donativo de 5 libras a Associação dos Médicos Sem-fronteiras.

   Ele chegou a ser produzido um nas cores originais: verde Vermelho, amarelo e azul. Mas em respeito ao lenço da insígnia da Madeira, que leva uma flanela com o mesmo tartan, resolvemos inverter a ordem das cores e formamos o que é o lenço oficial do G.E. Maclaren. Junto a ele o brasão bordado vai atrás na vértice. Foram feitos 8 lenços da primeira peça.






sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Chefe Carmem citada em Livro




Então foi no Em meus sonhos eu volto sempre a Gilwell, de Antonio Boulanger. Página 121 está lá o nome de nossa eterna Akelá Carmem Koehler respondendo ao número 346, feita em 1996, ramo escoteiro com o certificado 62.
O livro é um registro muito bem feito sobre os cursos da Insígnia da Madeira e trás como título o nome da música do cancioneiro americano.
Prabéns minha Akelá, aliás acho que deveríamos pensar em fazer um livro sobre o nosso escotismo distrital onde a senhora tem um papel importantíssimo.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Jornada de Travessia





No dia 14 de Julho os escoteiros Denner e Vitor Iuri da patrulha Leão, da tropa Roberto Böesel, do GESC, fizeram sua jornada de travessia, principal etapa de sua progressão pessoal de Rumo. Preparando-se para a suas etapas finais de Travessia em direção a tropa sênior.
A jornada é feita por um membro apenas da patrulha que "se desgarra" em direção ao seu rumo para a travessia. Ele pode convidar ou não um companheiro e durante esta jornada solitária põe em prática seus conhecimentos escoteiros sem o auxílio de chefe.
Os dois cumpriram com exatidão todos os preceitos para uma boa jornada e um bom acampamento. O Curso desta vez foi escolhido pelos chefes que acompanharam de longe toda a jornada presenteando os dois com um gostoso e quente almoço de domingo antes deles retomarem a sua jornada de volta.
Parabéns aos dois e que mais escoteiros tenham a iniciativa de fazer essa fantástica aventura.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

IMPISA - VAMOS DE NOVO?


Este vídeo foi feito durante o IMPISA de 2012. Assistindo ele me deu vontade de quero mais. E vocês?

 

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Mais Buschcraft


Uma das mais bacanas coisas a se fazer quando em jornada ou em atividade de Bushcraft é o abrigo. Aqui está um exemplo que trás total segurançao ao escoteiro quando está em sua jornada de Travessia, por exemplo.

Notem que parece que o bivaque está dentro de um curralzinho, isso para que a noite , em certos lugares o indivíduo não seja surpreendido por algum animal qualquer. O tipo de fogo usado é o "alongado" para que as brasas e o próprio fogo aqueça ao comprido a pessoa que estará deitada ao mesmo sentido.


Esse usando a lona lembra muito as coberturas para as plantações de sementes e ortas, aqui na nossa região sul. Com  um avanço considerável a lona faz uma espécie de varanda onde outros companheiros podem desfrutar de uma bebida quente se acaso chegarem.
E para completar a noite o famoso pão a cassador. A baixo a receita, que não é a oficial do livro Escotismo Para Rapazes.



  • Uma xícara de farinha
  • Um ovo
  • Uma colher de chá de fermento
  • Um pouquinho de olho ou uma colher de manteiga.
  • Uma colher de chá de essência de baunilha
  • Duas colheres de sopa cheias de açucar
  • E uma colher rasa de sal.


Mistura tudo a té a massa ficar homogêmea, faça umas tiras que chamo de minhocão e enrolea em uma vara descascada. Coloca o pão na brasa e bom campo.





segunda-feira, 28 de maio de 2012

BUSHCRAFT


O bushcraft é uma atividade cuja tradução mais livre para o português seria "artes do mato". Engloba todo um conjunto de técnicas e capacidades de sobrevivência, adaptação e ação sobre o meio natural que já fizeram parte do passado e tradição humana em várias culturas mas tem vindo a cair no esquecimento da população em geral, quer por falta da sua prática, quer por serem consideradas por alguns como ultrapassadas e desnecessárias. Falamos de coisas tão simples como saber acender um fogo sem fósforos ou isqueiros, saber construir um abrigo, uma jangada ou uma cesta com fibras naturais. Inclui ainda o conhecimento de como fabricar uma corda, esculpir uma colher ou outros utensílios em madeira e construir uma faca, machado ou ferramentas semelhantes.
Atividades essas ótimas para uma tropa de escoteiros.
Observando as últimas atividades da tropa que chefio hoje, a Roberto Boesel em Santa Cruz, percebi que essa arte de bushcraft faz muita falta. Além de divertir ela ensina acima de tudo a organização e o cuidado com a utilização de coisas da natureza.
Meus meninos e meninas tem dificuldades ainda em colocar uma simples lona para abrigo. Problema maior? A desorganização. Uma de minha meninas colocou que "seria melhor se fizéssemos sem muita gente junto". Problema: Organização de tarefas e pessoal.
Cada membro de uma patrulha deve ter sua função e deve cumpri-lá. O escoteiro que fica parado olhando os outros trabalharem não tem lugar  em uma pequena unidade ou célula de sobrevivência que é a patrulha escoteira em campo.
Seguindo algumas diretrízes de sobrevivência em mata, existe um procedimento padrão.
A primeira coisa que se faz em uma condição de "livre na natureza" (par não dizer perdido na mata) é colocar seu equipamento acomodado em um lugar qualquer, de preferência mais alto que o chão, procurar lenha e ...FOGO.

INSTRUÇÃO PARA CHEFES NO 1º IMPISA - Utilizando equipamento da "caixa bushcraft".

INSTRUÇÃO PARA CHEFES NO 1º IMPISA - A pederneira!

 Com o fogo pronto, podemos nos aquecer e a noite e teremos uma certa boa companhia. Aconchego e conforto nos aguardam a noite. Mas principalmente o fogo já pode ser usado para esquentar uma água, purificando-a e servindo para uma gostosa bebida quente ou cozinhar, é claro.





Em segundo lugar a busca de suprimentos e o principal a água. Nunca deixa e se instalar perto de uma corredeira , um rio ou até açude. São lugares ricos em alimentos naturais e tem ...água. Alguns cuidados devem ser nescessários como cuidar para não ficar tão próximo a rios e corredeiras durante o período de cheias. Salvo tudo isso quando estivermos perdidos ou acidentados. Aí nosso ocnhecimentos no esporte de Bushcraft será primordial.


E em terceiro lugar devemos fazer um abrigo, ou shelter com se fala nas nomenclaturas dos Bushcrafts. Vejam, já temos fogo, água, agora um bivaque ou até mesmo um suntuoso abrigo com lona. Como esse que fiz em 2010. Estilo Tipi indígena.





domingo, 1 de abril de 2012

LÁ E DE VOLTA OUTRA VEZ...o retorno do BALA.




Bom, já dizia um grande amigo meu, nada com um dia após o outro. Uma pena que esse dia durou 4 anos a chegar.
Este ano de 2012 começou com muitas coisas se concluindo, muitas coisas se resolvendo, muitos desejos sendo realizados.
Estar de volta ao Grupo Escoteiro Santa Cruz me trouxe a experiência de cicatrizar muitas feridas, ser forjado no fogo e voltar com toda a sabedoria de um guerreiro que vai até as fronteiras do insólito passa pelo limbo, é alvejado muitas vezes, cai e se levanta seguindo em frente até encontrar a resposta que buscava.
Por muito tempo achava que eu estava sempre coberto de razão mas percebi no fim que o único a ser ferido com meus disparos foi eu mesmo. E ao descer da fumaça da batalha quando olhei em volta estava sozinho. Sozinho?
Quando essa fumaça se dissipou por completo eu percebi algumas outras cabeças nomeio dessa batalha, erguidas e iluminadas. Cabeças como a da minha Fernanda que teve que ouviu minhas lamúrias, meus choros, meus gritos de indignação e dor. Me pôs de pé e me mostrou por muitas vezes que eu estava certo e que o escotismo é parte importante de minha vida e que eu sou importante para a vida muitos meninos e meninas assim com eles são para mim também.
Cabeças como a de uma amada escoteira que no meio de sua batalha pessoal esteve comigo, ao meu lado, sendo aquela fiel escudeira e que com o seu olhar triste muitas vezes me fez erguer minha cabeça e lembrar qual o meu propósito com esses meninos e meninas que muitas vezes precisam apenas de um irmão mais velho para escutar também seus problemas. Bruna, querida, hoje marcha ao meu lado mais uma vez.
Cabeças como a de um amigo inesperado chamado Giuliani, que no meio dessa escaramuça toda ergueu sua lança e empunhou seu escudo em minha defesa tantas vezes, me ensinou a ter bom humor mesmo que eu estivesse amargamente ferido.
Cabeças como a de uma amigão que não esqueceu sua promessa comigo e a cumpriu no final dessa história, a ele eu devo esse momento de desfecho, justiça e nobreza. Meu caro Ernani...missão cumprida.
Agora sob a tutela de uma amada Loba Veia, minha eterna Akelá, vamos em frente fazer o que é certo, fazer o escotismo de Badem Powell e manter vivo seu legado.
A estes que citei aqui e a tantos outros que ficaram comigo nessa luta contra um inimigo muitas vezes incógnito nas sombras, meu muito obrigado e SEMRE ALERTA.

A CAÇADA FOI BOA! VAMOS A PESCARIA AGORA...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012